A UCM-CED, acolheu a abertura do ano lectivo de 2017

No dia 17 de Março do ano em curso realizou-se em todos Centros de Recursos do Centro de Ensino a Distância da UCM, a abertura oficial do ano lectivo, onde as atenções estiveram voltadas na Beira.

A-UCM-CED-acolheu-a-abertura-do-ano-lectivo-de-2017-01

Participaram do evento o Director do CED, Dr. Lino Marques Samuel, Gestora de Programa da Beira, Dra. Egina Bande, Assistente Pedagógica, Dra. Filomena Camurai, Coordenador do SAE, Coordenadores dos cursos, pessoal técnico administrativo e Estudantes.

A cerimónia foi antecedida de Celebração Eucarística presidida por capelão da zona Sede, padre José Coutinho Maquita.

De seguida a moderadora, teve a honra de apresentar o programa, o Director do CED, os Coordenadores dos Cursos, continuando, convidou o Dr. Lino Marques Samuel a proferir o seu discurso.

A-UCM-CED-acolheu-a-abertura-do-ano-lectivo-de-2017-06

Tomando a palavra, o Director começou por saudar aos presentes e disse que o Centro de Ensino a Distância da UCM, é uma instituição regida por princípios Católicos que procuram responder as necessidades de formação humana, científica e tecnológica do homem de hoje e do amanhã. Continuando, disse que entre vários pontos da missão do CED, destacava – se de forma especial o apoio aos estudantes fundamentalmente das zonas rurais para que tenham educação de qualidade. Falando da visão do CED, salientou que a mesma tem em vista disponibilizar e facilitar a formação integral a todos Moçambicanos comprometidos com o desenvolvimento sustentável, falou da composição dos estudantes por cursos e dos cursos ministrados quer a nível de licenciatura e mestrado. Ao terminar disse que em dois mil e dezoito o CED massificará o uso tecnológico abandonando paulatinamente o modelo paper based em vigor.

A-UCM-CED-acolheu-a-abertura-do-ano-lectivo-de-2017-07

A Dra. Egina reiterou os dizeres do Director do CED. A Contabilista de Gestão de Sofala, Dra. Cidália serviu-se da ocasião para explicar aos estudantes sobre as modalidades do pagamento das propinas e outras taxas, falou ainda do valor das multas em caso do não pagamento das mesmas nas datas previstas.

Na mesma ocasião a Dra. Filomena Camurai, explicou aos presentes que o exame extraordinário só são para os estudantes finalistas que estejam a dever simplesmente uma cadeira. Disse que não há exame de melhoria de notas nas classificações finais obtidas a partir dos exames de recorrência, especiais, extraordinário e externos, continuando, disse que os exames externos são concedidos aos estudantes que tenham frequentado e reprovado nos exames normais e de recorrência.

Por último o Dr. Mauane Manuel, Coordenador do SAE, começou por aconselhar aos estudantes a tomarem seriedade nos estudos de modo a alcançar sucessos na caminhada, os apelou a definirem prioridades, aquisição de metodologias de estudos como forma de progredir na carreira estudantil e por último Advertiu-lhes a conservar devidamente os recibos de pagamento das taxas de propina para que evitassem constrangimentos.

Ao terminar pediu que os estudantes se organizassem por curso e que cada curso escolhesse o responsável e o seu adjunto de modo que servissem de intermediário entre a turma e a instituição.

A-UCM-CED-acolheu-a-abertura-do-ano-lectivo-de-2017-02 A-UCM-CED-acolheu-a-abertura-do-ano-lectivo-de-2017-03 A-UCM-CED-acolheu-a-abertura-do-ano-lectivo-de-2017-05